A importância de gerenciar a parte financeira na área da beleza .

Gerenciar a parte financeira é fundamental para qualquer empresa ter uma vida longa e não seria diferente na área da beleza. Diversas vezes nos deparamos com ótimos profissionais com muita dificuldade de crescimento mesmo sendo Expert em algum seguimento da beleza.

Podemos ver que hoje com a uma ampla competitividade no mercado, entender a parte financeira do seu negócio tem uma importância equivalente a manusear uma tesoura, um alicate de unha ou ser um gênio no visagismo.

Sendo assim, veremos agora 10 dicas para uma boa gestão financeira e que podem levar seu negócio ao crescimento e ao sucesso.

E no final do artigo deixamos dois canais para aprofundarmos mais  no assunto e responder dúvidas, um grupo no WhatsApp e um no Facebook .

1 – Planeje-se.

Para todo início, seja ele pessoal ou profissional é necessário um bom planejamento.

O planejamento é um guia para o seu negócio, ele auxilia as tomadas decisões para que seu negócio permaneça no caminho desejado e sem ele fica difícil manter um foco e atingir seus objetivos.

A elaboração de um plano de negócios é muito importante no início para poder orientar e organizar ideias e informações. Evidenciar os pontos fortes, pontos fracos poderá identificar a viabilidade e auxiliar na gestão do seu negócio.

 

2 – A gestão financeira deve começar no planejamento.

A gestão financeira começa quando você começa a colocar a ideia no papel, todas as questões onde há uma necessidade de desembolso financeiro devem estar em seu planejamento. Se vai abrir, reformar, ampliar ou comprar um negócio na área da beleza um planejamento financeiro é fundamental.

3 – O seu CNPJ é a certidão de nascimento de sua empresa.

 

O seu salão de beleza, barbearia, esmalteria, estúdio de tatuagem, clínica de Estética, entre outras que abrangem a área da beleza, são entidades que nasceram no dia em que foi feita a inscrição no CNPJ.

Existem outras formas de se fazer as retiradas mensais, uma delas é o Pró-labore, que não é nada mais do que o salário mensal do proprietário.

Além do Pró-labore, temos a remuneração mais importante do proprietário que é o lucro.

Apesar de boa parte fazer uso desse lucro antes do encerramento do exercício, estabelecer uma boa prática de uso dos resultados gerados pela empresa, garante uma boa gestão desses resultados.

 

4 – Controle é fundamental.

As entradas e saídas devem ser bem controladas, se possível anotadas imediatamente após o fato ocorrido. Quando se trabalha sozinho ou com quadro reduzido a tendência é fazer seu serviço, receber, limpar o local de trabalho e automaticamente chamar o próximo cliente.

No momento em que se recebe, deve-se anotar o serviço executado, seu valor e a forma de pagamento. Estas informações vão te tomar poucos minutos e no final do dia trarão informações valiosas à parte administrativa. No final do mês para decisões gerenciais e no final do ano para tomadas de decisões estratégicas. São exemplos de informações:

Informações Administrativas: caixa, comissões dos parceiros.

 

Informações Gerenciais: quais serviços estão sendo mais vendidos, quais venderam menos, produtos mais vendidos, qual profissional está sendo procurado por seguimento e um controle de estoque preciso.

Informações Estratégicas: são aquelas que são vistas a longo prazo onde se pode ter uma visão mais ampla da empresa, podendo identificar os pontos fortes e pontos fracos, identificando onde será necessário reinvestir parte do lucro na intensão de gerar maior lucro no próximo período.

5 – O giro do estoque

 

O estoque está aqui neste artigo por ter uma grande influência no capital de giro do seu negócio. Na área da beleza a maioria das receitas são procedentes da prestação de serviços.

Mas tanto a linha home care quanto a linha utilizada como apoio na prestação dos serviços, podem manter um capital parado por longos períodos.

Tendo um bom controle de suas entradas e saídas, conforme exposto no item anterior, é possível também ter informações necessárias para um controle eficiente de seu estoque utilizando dados como vendas e principalmente as faltas, pode-se manter um estoque suficiente sem grandes sobras ou faltas, refletindo diretamente no capital de giro.

6 – Custo do serviço.

Um dos maiores problemas visto quando se trata de finanças, não somente na área da beleza, mas em diversos seguimentos, é ter em mente que o dinheiro da empresa pertence ao proprietário e a qualquer momento pode utilizá-lo para pagamento de contas pessoais.

Deve se calcular o custo de cada serviço para se ter uma noção clara do próximo passo.

Os custos estão divididos entre variáveis e fixos.

Os custos fixos, são aqueles valores que você paga todo mês não importa se o movimento foi bom ou ruim, estas contas permanecem estáveis. Exemplo de custos fixos: (Aluguel, salário fixo de auxiliares, recepcionistas, taxa de conta corrente entre outros).

Os custos variáveis, são aqueles que aumentam ou diminuem proporcionalmente pela quantidade de serviços prestados. Exemplo: (energia elétrica, água, comissão dos profissionais e taxa do cartão de crédito).

A necessidade de realizar o cálculo e controlar estes custos é muito importante para o fornecimento de informações sobre o desempenho das atividades, formação dos preços de venda e rentabilidade do negócio.

7 – Margem de Lucro e preço de venda. 

A partir do custo é a hora de se calcular a margem desejada para chegar a um preço de venda justo, levando sempre em conta a oferta e procura de cada serviço ou em alguns casos também, utilizar o preço de mercado como base. Um cálculo ideal de sua margem de lucro é fundamental para vida financeira de seu negócio.

Em um outro artigo falamos especificamente destes dois passos, clique aqui e tenha acesso a ele.

8 – Estabeleça procedimentos para registro e atendimento.

As maneiras vão das mais simples anotações manuais ou simples planilhas em excel até aos mais sofisticados sistemas de gestão para salões. Qual optar, estará totalmente ligado a disponibilidade de quem fará a manutenção dos dados. Se seu tempo está escasso, talvez seja a hora de investir um sistema que possa auxiliar você no dia a dia e na gestão do seu empreendimento.

O desembolso para adquirir tal sistema de gestão não deverá ser visto como um custo e sim um investimento, pois toda aquisição cuja o objetivo é melhor o processo de produção ou gestão da empresa, deverá ser considerado como investimento.

Tomamos como exemplo que sejam gastos 3 minutos gastos para realizar as anotações necessárias por cada atendimento, somando-se a 1 hora gasta para fechar o caixa diário ao tempo gasto para fechar a semana, quinzena ou mês, realizar os cálculos de comissões e verificar o estoque.

Todo o processo, por mais que seja necessário, talvez ocuparia um tempo que você necessite para dispor ao atendimento de seus clientes, algo que um bom sistema de gestão pode te proporcionar e que talvez não tenha a necessidade de altos investimentos.

O sistema de gestão, além de gerir toda parte financeira, proporciona o cadastro dos clientes, agendamento online, controle de clientes, controle de estoque e relatórios que podem transmitir uma melhor visão do seu negócio em poucos cliques.

9 – Faça uso de seu contador e dos relatórios contábeis.

O contador é muitas vezes visto apenas como uma despesa obrigatória no final do mês, porém, para acompanhar a evolução tecnológica e o desenvolvimento do mercado. O profissional contábil vem evoluindo para se adequar à nos novos modelos de gestão e aceitar novos desafios.

A contabilidade é uma ferramenta de gestão poderosa que poderá auxiliá-lo a entender os processos de seu negócio e a entender as dores que mais podem prejudica-lo.

A partir de 2016 com a Lei 13.352/2016  “Salão Parceiro , Profissional Parceiro” os profissionais da beleza devem devem formalizar um contrato com o salão, que trouxe uma segurança para os dois lados , mas também a obrigação de seguir está regra , porque a não utilização da mesma configura automaticamente vinculo trabalhista.

Assim o escritório de contabilidade pode auxiliar com contratos, recibos , cálculos de comissões e as guias referentes aos tributos do salão e do parceiro e comprovar a renda de ambos quando necessário .

Clique aqui e saiba mais sobre o uso da contabilidade como ferramenta de gestão.

10 – Tenha Metas bem definidas

Saber por onde caminhar é impossível sem saber onde ir, dessa forma, ter metas bem definidas é fundamental para iniciar e manter uma boa gestão de seu negócio.

Acima disso tenha sempre em mente um bom propósito, algo que vá além de suas metas, trabalhe bem todos os dias, forneça serviços de qualidade e não bons preços, o resultado será consequência.

Ficou com duvidas ou quer conversar mais sobre, faça parte dos nossos grupos ou entre em contato.

Grupo para dúvidas sobre gestão no WhatSapp

Grupo no Facebook para novidades e troca de experiências administrativas

 

 

 

 

 

 

 

Comentários